20 julho, 2009

O Gravador da Morte - Sara Bonvalle


Sessão de Apresentação

O Gravador da Morte - Sara Bonvalle

25 de Julho’09 17h30

Era Uma Vez No Porto...


«Tentei desabafar contigo aquele meu aperto, mas estavas demasiado ocupado para me prestar atenção. Acordei e ousei querer agarrar a vida de uma outra forma, sem estar dependente de ti e foi aí que me encaraste como louca por não perceberes o motivo que me levou a suspirar tão fundo. Queria viver muito, mas principalmente e acima de tudo desejei morrer. Quis partir para que notasses a diferença entre o antes e o depois de eu já não estar viva. Não me faltou o ar, faço questão de que saibas que fui eu, de livre vontade, que decidi e premeditei cortar os meus próprios laços mendigos da respiração. Preferi morrer a viver transparente sob os teus olhos, porque tu não sabias o que era o amor e agora também é tarde demais para o saberes.»
In «O Gravador da Morte»